Quer saber mais sobre PNL?

Podemos falar muito, mas muito IMG_1897[1]mesmo sobre Programação Neurolinguística ou PNL. Então vamos por partes e didaticamente avançando sobre esta área tão interessante que diz respeito a mim, a você e a todos nós. Na realidade, ela diz respeito à experiência humana e como cada ser experimenta o mundo a partir de seu próprio mundo.

Então, vamos nos situar primeiro?A PNL surge em 1975 na Universidade de Santa Cruz, na Califórnia – Estados Unidos, com os estudos sobre performance humana por John Grinder, linguista, e Richard Bandler, matemático e especialista em computação.

Eles estudaram, analisaram e modelaram a forma de comunicação de 3 psicoterapeutas renomados mundialmente:

  • Virgínia Satir: trabalhava com Terapia Familiar Conjunta;
  • Fritz Perls: fundador da Psicologia Gestalt;
  • Milton Erickson: Fundador da Sociedade americana de Hipnose Clínica.

Ao modelarem os dois primeiros profissionais, identificaram padrões verbais e comportamentais que foi apresentado no livro “A Estrutura da Magia”. Ao estudarem o terceiro lançaram o trabalho seguinte “Padrões e Técnicas de Milton Erickson”.

Como resultado deste trabalho inicial formalizaram suas técnicas de modelagem com o nome de Programação Neurolinguística. Este nome abrange a relação existente entre o cérebro, a linguagem e programas mentais.

Então, o que a PNL faz de fato?

Através de um método de análise, entendimento e modelagem da forma como o sistema neurológico recebe, processa e responde ao contexto, e através da forma como se utiliza a linguagem para se relacionar e comunicar consigo mesmo e com o outro, o especialista em PNL identifica esta dinâmica que pode estar trazendo desconforto ou sofrimento físico e/ou emocional. A partir disto é possível auxiliar então este indivíduo na obtenção de um estado desejado de equilíbrio e saúde física e/ou emocional. É interessante dizer também que a PNL não é indicada apenas para aquele que tem alguma questão a resolver, mas também para aquela pessoa que deseja aumentar sua performance profissional ou pessoal.

Desta forma, todos podem se beneficiar de uma consultoria em PNL e obter melhores resultados em suas vidas.

Por falar em todos, acho interessante falar sobre o que o cérebro faz com as informações que recebe. Mas isto é assunto para o próximo artigo.

Até breve

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta